O avistamento de aves, consiste na observação respeitosa, estudo e conservação das aves silvestres em seus ambientes naturais, identificando as espécies e aprendendo os comportamentos sobre sua alimentação, nidificação, temporada de cria, migração, ecossistemas onde se instalam e todas as características que fazem com que cada ave seja única e particular. 

Garza blanca sobre el arroyo Valizas
Garça-branca-grande em Arroyo Valizas

Uruguai em guaraní significa ¨rio dos pássaros pintados¨ e não em vão os indígenas batizaram ao país fazendo referência a suas aves. Mais de 220 espécies de aves migratórias e residentes habitam os espelhos de água e banhados de Rocha. Existe a maior concentração na região de cisnes de pescoço negro, gansos, coscoroba, gaivotas, chorlitos, viuvinhas brancas e é também lugar de nidificação de outras espécies. 

Cisnes de cuello negro en la Laguna de Castillos
Cisne-de-pescoço-preto em Laguna de Castillos

Quando é a época de avistamento de aves?

A melhor época de avistamento de aves em Rocha vai de setembro até março, onde podemos encontrar tanto espécies nativas como migratórias. No Uruguai chegam aves que se reproduzem na região do ártico e também na área central da América do Sul. As horas mais apropriadas para a observação são as primeiras horas da manhã e as últimas da tarde, já que são os momentos do dia em que as aves estão mais ativas. 

Garza sobre el Arroyo Valizas
Garça em Arroyo Valizas

Onde avistar aves em Rocha? 

Você poderá avistar aves nas praias, pastos, banhados, ríos, lagoas e serras, mas recomendamos alguns pontos estratégicos de Rocha para a prática desta atividade, que a sua vez dispoem de mirantes especiais para fazer melhor ainda o avistamento, também chamados mangrullos.

Banhado de los Indios

Mirador de aves

Inserido no Bañado de los Indios, sobre a rota 14, a poucos quilómetros da rota 9, se encontra o observatório de aves, um lugar ideal para conseguir um momento de serenidade e poder observar com atenção a grande quantidade de espécies de aves que ali habitam. 

Laguna de Rocha

Mirador de aves en la Laguna de Rocha

A fauna de aves da Laguna de Rocha impacta tanto pela variedade de espécies (riqueza) e sua abundância, como pela presença de espécies raras ou com problemas de conservação. Na barra é onde se observam as maiores concentrações e as espécies menos comuns. Durante todo o ano estão presentes espécies migradoras e residentes. 

Laguna de Castillos

Mirador de aves

A Laguna de Castillos, rodeada do Monte de Ombúes e importante área de banhados e onde nasce o Rio Valizas é um cenário perfeito para avistar centenas de espécies de aves. Na união da lagoa com o rio se encontra um mirante para esta atividade. 

Quais aves podem ser observadas em Rocha?

Nos palmares

Na área dos palmares se pode observar o carpinteiro silvestre (de nuca amarela), a nuca vermelha e o barrado de menor tamanho, os que se alimentam de formigas, térmitas e larvas de insetos que obtem perfurando com seu bico e extraindo-os com sua língua pegajosa. Os churrinches (de corpo vermelho, asas e rabo negro),que chegam a partir de outubro e permanecem todo o verão, se aninham nas palmeiras e se alimentam dos insetos que caçam em seus voos acrobáticos. 

Na costa

Na costa oceânica destacam-se vários tipos de gaivotas, por exemplo, cozinheira (branca com asas negras) e o capuz café (de cabeça marrom no verão e branca no inverno). Os biguás ou também chamados maragullones, costumam pasar longas horas flutuando perto da costa, afundando uma vez ou outra para capturar os peixes com os quais se alimentam. 

Nas lagunas

Nas lagoas se pode encontrar flamencos que se alimentam filtrando organismos que vivem no lodo e comendo crustáceos. As lagoas de água doce e os banhados abrigam espécies como o cisne de pescoço negro e o ganso branco. Ambos se alimentam e nadam ao mesmo tempo, filtrando da água partículas em suspensão. Também abundam em áreas úmidas duas espécies de corvos (chamados vulgarmente ¨massaricos¨) que podem ser vistos em grupos de até 15.000 individuos. 

Nos pastos

Nos pastos pode-se distinguir-se uma ave em perigo de extinção conhecida como o dragão, de bonita combinação de cores, cabeça e pescoço amarelo intenso e o resto do corpo preto.  Ver voar os dragões em pequenos bandos é um privilégio. 

Nos montes estão o cardenal azul (de plumagem azul e topete vermelho), os passarinhos (marrons e de abdômen avermelhado) e o laranjeiro (cabeça azul, asas negras e corpo laranja) que se alimentam de frutos. 


Recomendações

 

  • Binóculos;
  • Câmera fotográfica; 
  • Caderno de anotações, pode resultar muito útil para registrar os detalhes das observações realizadas; 
  • Guia de identificação de aves da região; 
  • Respeitar a natureza; 
  • Não incomodar as aves nem provocá-las para que reajam.


Cuervillo de cara pelada
Cuervillo de cara pelada