Mirante de aves na Laguna de Castillos

Laguna de Castillos: refúgio da fauna

A Laguna de Castillos em Rocha é um dos melhores lugares do Uruguai para o avistamento de aves, mais de 50 espécies foram registradas neste espelho de água. Declarada Refúgio de fauna. Com 8000 hectares e rodeada pelo Monte de Ombúes, (um agrupamento de árvores único no mundo), uma importante área de banhados e comunicada com o oceano Atlântico pelo sinuoso rio Valizas, formam um habitat privilegiado para centenas de espécies de aves. A ruptura periódica da barra na desembocadura desse rio, que se abre e se fecha naturalmente, permite a entrada de água do mar na lagoa, provocando grandes mudanças de salinidade e transparência. Este dinâmico e complexo sistema natural favorece o desenvolvimento de uma notável diversidade biológica de importância nacional e internacional. 

Mirante de aves

O mirante de aves se encontra junto a nascente do rio Valizas na Laguna de Castillos. É uma casinha de madeira acondicianda para o avistamento, com bancos e estrutura de apoio para observar as aves comodamente. Para acessar o mirante, deve-se ingressar em bote pelo rio, partindo desde a ponte sobre a rota 10 e percorrendo 5 km aproximadamente.  

Mirador de aves

Que aves observar na Laguna de Castillos?

Cisnes de pescoço negro

Cisnes de cuello negro en la Laguna de Castillos

Os cisnes de pescoço negro são mais evidentes em geral durante o verão, quando os banhados tem pouca água ou estão secos. Nativos do cone sul e do sul do Brasil, são de aspecto inconfundível, possuem o pescoço longo e negro que contrasta com o branco das plumas do resto do corpo. Tem uma longitude de 120 centímetros de altura e são os menores cisnes do gênero. São considerados ferramentas bioindicadoras de mudanças ambientais. É um habitante frequente de lagoas, humedales, e pântanos onde se alimentam principalmente de algas, plâncton e plantas aquáticas. 

Comumente a lagoa abriga 1000 ou 1400 exemplares, mas durante prolongadas épocas de seca, chegaram a registrar mais de 5000 indivíduos. 

Cisne coscorobas

Os cisnes coscorobas  são mais numerosos no verão, mas são uma das aves mais fáceis de ver durante todo o ano. O número de cisnes coscorobas  varia entre os 300 e os 700 aproximadamente. 

Patos

Pato capuchino

Em Rocha habitam 12 das 20 espécies de patos silvestres que foram registrados no Uruguai. O cara branca ou siriri é um pato que habita as árvores e palmeiras sempre na margem da lagoa. O capuchino brilha na parte inferior de se ubico uma cor celeste 

Cuervillo cara pelada

Cuervillo cara pelada

Trata-se de uma ave residente durante todo o ano que nidifica em colônias, as vezes com outras espécies (garças, espátula, caracolero, cuervillo de cañada). De cor negra opaca, com brilhos esverdeados, bico longo e curvado e patas rosadas. 

Flamenco austral

Os flamencos juvenis são de cor branca acinzentada e adquirem a peculiar coloração rosada pela acumulação dos carotenos contidos nos crustáceos que ingerem em sua dieta. Durante os três anos que demora um jovem em adquirir essa coloração já tem desenvolvida a capacidade de voo. Esta espécie se tornou mais comum nos últimos anos. 

Gallaretas

As caraquejas  são um tipo de aves residentes, podem ser vistas durante todo o ano na Laguna de Castillos. De cor cinza escuro e cabeça negra, com bico e testa amarela. Costuma-se vê-las em pares ou em grupos muito numerosos. Chegaram a registrar mais de 30.000 individuos na área. 

Outras aves para observar

Cigüeña

Além disso, com um pouco de sorte, poderá observar espécies ameaçadas a nível mundial, como o dragão e a viuvinha branca grande. A entrada a Laguna de Castillos é realizada em bote pelo Rio Valizas, se somarão ao seu avistamento chajaes, cegonhas, nandus, garças, entre outras. 



Cisnes de cuello negro en la Laguna de Castillos
Cisnes de cuello negro en la Laguna de Castillos